Urbanismo Orgânico por Anthony Ling

PDF da apresentação Urbanismo Orgânico de Anthony Ling, no Nós Coworking.

NÓS COWORKING

Advertisements

Workshop de Estratégias Projetuais no 4º Distrito

As faculdades de Arquitetura e Urbanismo da UniRitter e do Instituto Mackenzie-SP estabeleceram uma parceria para a realização do Workshop que deverá produzir propostas de intervenção de arquitetura e urbanismo na área conhecida como 4º Distrito em Porto Alegre.

O curso acontecerá entre os dias 20 e 27/09 no Campus Zona Sul da UniRitter, com saídas de campo. Para se inscrever, clique aqui.

O método base para o desenvolvimento dos trabalhos foi desenvolvido pelo professor Dr. Carlos Arriagada (Mackenzie-SP), e pode ser conferido no site www.estrategiasprojetuais.com. Para acessar o programa detalhado, clique aqui.

SERVIÇO:
Workshop Estratégias Projetuais no 4º Distrito – Poa
Datas: de 20 a 27 de setembro
Local: UniRitter Campus Zona Sul + saídas da campo
Investimento: R$250,00
Inscrições: https://inscricoes.uniritter.edu.br/inscricaoEventos.php?idEvento=2897&idFormulario=2&sequencePage=inscrever

Participe!

São nossos parceiros neste Workshop de projeto:
– Curso de arquitetura do Instituto Mackenzie:
www.mackenzie.br/arquitetura_urbanismo
– Prof. Arq. Carlos Arriagada e o método estratégias projetuais:
www.estrategiasprojetuais.com
– Jorge Piqué – Distrito Criativo + Urbsnova:
urbsnova.wordpress.com
distritocriativo.wordpress.com
– Espaço Multiuso CC100:
www.cc100.com.br

Organização:
– Curso de Arquitetura e Urbanismo – UniRitter
– Profa. Arq. Luciana Marson Fonseca
– Prof. Arq. Marcos Almeida – Coordenador Setorial de Extensão e Atividades Complementares

http://www.uniritter.edu.br/?noticia=4510

Polo de Economia Criativa é aberto no 4º Distrito

Um novo espaço de promoção de geração de renda a partir da economia criativa foi aberto na manhã desta terça-feira, 2, no bairro Navegantes. Através de parceria da prefeitura, por meio do Gabinete de Inovação e Tecnologia (Inovapoa), e do Centro Universitário Metodista – IPA, foi inaugurado o “Tecendo Ideias”, na unidade DC Navegantes da universidade, no 4° Distrito. Trata-se do primeiro Polo de Economia Criativa de Porto Alegre, onde terão espaço oito projetos envolvendo novos produtos e serviços.

Em junho deste ano, através do edital publicado pelo IPA, foram selecionados os oito primeiros projetos que ocuparão o Polo durante seis meses. O edital exigiu potencial para geração de trabalho e renda, sustentabilidade, inclusão social na região beneficiada, além do grau de inovação da ideia. O perfil inovador da iniciativa foi destacado pelo prefeito José Fortunati. “Toda grande metrópole que pensa o futuro deve considerar a economia criativa. É isso que vemos na incubadora, nessa maravilhosa parceria com o IPA. Uma parceria que pensa no futuro”. Para o prefeito, não se trata apenas de um prédio com espaço e estrutura para os empreendedores. “A incubadora transcende o 4° Distrito. Ela olha para Porto Alegre como uma nova opção de empreendedorismo e ousadia”, disse ele, ao lembrar que a região foi esquecida na década de 70 e, agora, vem sendo contemplada com novas e importantes iniciativas que fomentam emprego e renda.

Uma das empreendedoras, Renata Fratton Noronha, que falou em nome dos selecionados, agradeceu à prefeitura e ao IPA pela criação do Tecendo Ideias. “Pensar em economia criativa não é falar de uma tendência ou moda. É pensar em uma rede de cooperação de maneira sustentável. É pensar no futuro de Porto Alegre”, destacou. A secretária do Inovapoa, Deborah Pilla Villela, relatou o longo processo de criação do Polo, a partir da reunião de 38 segmentos que deram origem ao projeto Porto Alegre Criativa, que visa a estimular o desenvolvimento dos setores criativos e culturais na cidade. Deborah também agradeceu a sensibilidade dos dirigentes do IPA ao abraçarem o projeto.

Durante o evento, foi descerrada uma placa no local pelo prefeito José Fortunati, a secretária do Inovapoa e o reitor do IPA, Roberto Pontes da Fonseca.

Ranking – Porto Alegre é a segunda cidade mais criativa do Brasil entre as 50 maiores, ficando atrás apenas de São Paulo, segundo um estudo da Fecomércio de São Paulo. As empresas que mais se destacam são das áreas de software e computação, mercado editorial, televisão, rádio e publicidade. O objetivo da prefeitura é aumentar ainda mais o peso dos setores considerados criativos na geração de riquezas.

Tecendo Ideias – O projeto Tecendo Ideias constitui-se em um instrumento de inovação e gestão para o fomento da economia criativa, em que o município pretende aproximar da administração pública o setor empresarial, o meio acadêmico e a sociedade, para que todos, interagindo, possam contribuir para a melhoria de vida na cidade, além de gerar renda, trabalho e inclusão social.

Os empreendedores ocuparão o espaço durante seis meses, em regime de pré-incubação, período em que o centro universitário irá disponibilizar um conjunto de serviços de infraestrutura como estações de trabalho, laboratórios, tecnologia, sala de reuniões e assessoria de especialistas. Nesta primeira etapa, foram escolhidos:

– Conecta, tudo em um só lugar (tecnologia da informação)
– Mobiliário Sustentável (produtos)
– Distrito da Trama (design de moda)
– Sistema Veicular Inteligente (serviços)
– Sistema de combate a incêndio (serviços)
– Meu Sofá de Estimação (produtos)
– Talk is Cheap (design de moda)
– Estúdio de Ilustração e Estamparia (produtos)

http://www.inovapoa.com/default.php?p_noticia=172204&POLO+DE+ECONOMIA+CRIATIVA+E+ABERTO+NO+4O+DISTRITO